amsterdam5

TOP 5 AMSTERDAM! O QUE ACHAMOS DA CIDADE

Está planejando suas próximas férias? Já pensou em colocar Amsterdam no seu roteiro?

No post de hoje a gente conta tudo o que achou, nossas impressões dessa linda cidade.

Além disso, já postamos outros 5 vídeos com muita dica bacana!
Veja aqui no nosso canal do YouTube pra ficar por dentro de tudo!
Quem sabe você gosta da ideia! 😉

Amamos nossos dias por lá!! Foram em torno de 5 dias, mas claro que queríamos ter ficado muito mais! Porém esse tempo foi suficiente pra ver muita coisa, tudo o que tínhamos planejado.

A parte mais turística da cidade fica concentrada. Uma região relativamente pequena que torna fácil a locomoção, seja a pé, de bicicleta ou tram!

Algumas partes de Amsterdam, com seus canais e predinhos antigos, fazem a gente esquecer que se trata de uma capital em pleno século XXI. Parece que estamos numa cidadezinha antiga.
A cidade é muito segura, nos sentimos tranquilos até andando em ruazinhas vazias durante a noite.
A comunicação também não é tão difícil, falar um pouco de inglês já é o suficiente, praticamente todo mundo entende.

Nem tudo é perfeito, a cidade tem um custo de vida alto. Achamos caro pra comer, por exemplo. Um lanche ou uma sopa custam uns 8 euros, mas se quiser comida mesmo, só vai encontrar pratos a partir de 15 euros.
Por outro lado, as cervejas são inacreditavelmente baratas!! Uma garrafa de La Trappe no mercado custa 1,69 euros. Um chopp em algum restaurante fica em torno de 3 euros.

TOP 5!

Viagens marcam nossas vidas, claro que cada experiência é única. Dependendo da pessoa, da fase da vida ou até do acaso, lugares podem acabar tendo significados diferentes.
Nós escolhemos os 5 lugares que a gente mais gostou pra contar pra vocês.
Como foi difícil escolher só 5! Vários lugares merecem uma menção honrosa, como a Casa da Anne Frank, a praça Rembrandt (que tem uma recriação do quadro A Ronda Noturna com esculturas), a Westergasfabriek (uma antiga fábrica que hoje é um centro cultural dentro de um parque), o bar In De Wildeman e a cervejaria De Prael.

5˚ LUGAR – Passeio de barco

Passeio de barco pelos canais (Canal Cruises). Um jeito muito legal de ter uma visão geral da cidade e conhecer mais da história e curiosidades.

Perca a Novela

4˚ LUGAR – Brouwerij ‘t IJ

Cervejaria muito boa! Com um bar animado que fica ao lado de um moinho, numa antiga casa de banho.

Perca a Novela

3˚ LUGAR – Mercado Albert Cuyp

Mercado de rua, um lugar ótimo para provar comidinhas típicas. Além de ficar no De Pijp, um bairro muito legal, cheio de restaurantes, bares e lojas charmosas.

Perca a Novela

2˚ LUGAR – Vondelpark

Um parque lindo, que chamou nossa atenção por estar todo com neve e o lago congelado. Algo impressionante e fora do comum pra gente. Além de estar rodeado pelas casinhas clássicas, formando um lindo cenário.

Perca a Novela

1˚ LUGAR – Museu Van Gogh

Além das obras do Van Gogh serem impressionantes, a organização do museu e o audio guide o transformam num passeio inesquecível!

Perca a Novela

Leia Mais

amsterdam5

AMSTERDAM 05: ÚLTIMOS MOMENTOS

No nosso último dia em Amsterdam o sol apareceu! Só pra aumentar nossa vontade de ficar. Ainda bem que deu pra aproveitar um pouco antes de ir pro aeroporto.

Não deixe de assistir o vídeo, tem um quadro novo no episódio, em que a gente testa comidinhas fora do comum que compramos na cidade!

BEVER

Site
Stadhouderskade 4, Amsterdam
Horário de funcionamento: de segunda das 11h às 18h30, de terça, quarta e sexta das 10h às 18h30, de quinta das 10h às 21h, de sábado das 9h às 18h e de domingo das 12h às 18h

Descobrimos essa loja porque ela ficava perto dos hotéis em que nos hospedamos na cidade (pertinho da Leidseplein). Ela é o paraíso dos aventureiros! Tem tudo pra vida “outdoor”, deu até vontade de acampar. Tem mochilas, roupas de frio e acessórios, como estojos que viram cadeira e um mini kit para começar uma fogueira. Se você for pra lá no inverno como a gente, tem um item salvador na loja: foot warmers! (um adesivo que coloca no sapato e fica quente por várias horas) =D

Perca a Novela

CANAL CRUISES

Site
Preço: 19,80 euros (para adultos na opção mais simples, hop on hop off válido por 1 dia)

Um passeio de barco pelos canais de Amsterdam é uma daquelas atrações bem turísticas. Nem tínhamos colocado no nosso roteiro, mas como no último dia na cidade o sol apareceu e ainda tínhamos algumas horas livres, resolvemos ir. E ainda bem! Porque o passeio foi ótimo. É divertido ver a cidade por essa outra perspectiva, de dentro dos canais. Fora que tem um audio que conta curiosidades e histórias dos lugares por onde o barco vai passando (não tem opção em português, mas tem inglês e espanhol), a capitã também foi falando algumas coisas, muita informação nova. Vimos lugares na cidade que ainda não tínhamos ido – como a parte moderna com o EYE Film Institute – e demos uma espiadinha nas casas barco.

O barco é bem confortável e quentinho (no verão eles abrem o teto de vidro). Os bancos estofados ficam voltados para uma mesinha. Dá pra levar um lanche e aproveitar a hora do almoço para fazer o passeio.

Existem várias opções de trajetos e tipos de passeio; tem um que sai da Centraal Station e vai direto, sem paradas, dura 1 hora. Nós pegamos o barco da linha verde, ao lado da Leidseplein que vai fazendo paradas curtas, as pessoas podem descer, passear um pouco e pegar um próximo barco (hop on hop off); tem até uma opção de ticket válido por 48 horas. Mas se for direto dura em torno de 1h40. Existem estandes de venda espalhados pela cidade (próximos aos pontos de parada) e também dá para comprar online. Existem ainda outros tipos de passeio, como noturno e com jantar, opção é o que não falta!

CANALCRUISES

COMO IR DE ÔNIBUS PARA O AEROPORTO

Airport Express
Número do ônibus: 197
Site
Horário: de 15 em 15 minutos, das 5h a 0h
Duração: o trajeto leva em torno de 30 minutos
Preço: 5 euros
Paradas principais: Aeroporto Schiphol plataforma B9, Museumplein, Rijksmuseum e Leidseplein.

Quando saímos de Amsterdam para Berlim nossas malas tinham dado uma engordada, além de uma delas ter ficado sem rodinha. A recepcionista do hotel sugeriu que a gente pegasse o ônibus, o Airport Express, número 197, que vai direto para o aeroporto Schiphol de alguns pontos do centro. Pegamos na Leidseplein. Foi melhor do que tram + trem por não ter que carregar a mala pra cima e pra baixo e foi um pouco mais barato (5 euros). Leva pelo menos uns 30 minutos para chegar até o aeroporto. No nosso caso foi uma boa opção, porque o ponto do ônibus era muito perto do hotel.

Perca a Novela

BEST WESTERN PREMIER HOTEL COUTURE

Site
Delflandlaan, 15
Valor da diária: 75,00 euros (sem café da manhã). Lembrando que o valor da diária varia de acordo com a época do ano, ou mesmo o dia da semana.

Perca a Novela

No nosso último dia de viagem (depois de passar por outras cidades), voltamos para Amsterdam, já que nosso voo saia de lá. Passamos a noite no Hotel Best Western.

Nossa intenção quando escolhemos esse hotel perto do aeroporto era facilitar os trajetos, já que provavelmente nem teríamos tempo de ir até o centro. Mas não deu muito certo, porque apesar de perto, é fora de mão. Os trens que saem do aeroporto não vão pra lá. Tivemos que pegar um taxi e ficou bem caro.

Do hotel para o centro é fácil chegar, tem um tram que passa bem na frente. Mas mesmo assim a localização dos outros dois hotéis, o Iron Horse e o D’Amsterdam é bem melhor (perto da Leidseplein), que apesar da distância maior até o aeroporto, tem transporte público até lá.

O hotel é 4 estrelas, não tem área de lazer, só uma academia. Mas o quarto é top!!! Lindo, colorido e com uma máquina Nespresso! Cama ótima, banheiro enorme. Enfim, muito bom!

Amsterdam vai ficando por aqui, mas a viagem não acabou! Semana que vem tem mais!

Leia Mais

amsterdam4

AMSTERDAM 04: REMBRANDTPLEIN, MERCADOS, COMO ANDAR DE TRAM E MAIS CERVEJA!

Se você acompanhou o primeiro, o segundo e o terceiro post sobre Amsterdam, sabe que já fizemos bastante coisa! Mas a viagem não está nem na metade e queremos mais!! Então no domingo fizemos um pit stop pra recarregar as energias:

LITE/DARK

Site
Utrechtsestraat 22, Amsterdam
Horário de funcionamento: de segunda a sexta das 8h às 19h, de sábado das 10h às 19h e de domingo das 10h às 18h

1_lite_dark

Fomos nessa lanchonete, pertinho da Rembrandtplein, tomar um shot de grama de trigo, segundo eles, o shot mais saudável do mundo, detox poderoso, 100% orgânico, com muitas vitaminas, minerais e anti-oxidantes. Custou 2,50 euros. Eles também vendem vitaminas, saladas, sanduíches etc. Tudo fresco, feito na hora com ingredientes orgânicos e de fairtrade, quando disponível.

REMBRANDTPLEIN

Vários hotéis e restaurantes rodeiam essa praça que homenageia Rembrandt, pintor holandês. Tem uma estátua dele ao centro, mas o mais legal é um conjunto de esculturas que recriam tridimensionalmente o famoso quadro A Ronda Noturna. Ficamos lá com vários outros turistas, interagindo com os personagens e tirando muitas fotos bestas =D

Perca a Novela

SUNDAY MARKET CULTUURPARK WESTERGASFABRIEK

Site
Westergasfabriek Haarlemmerweg 8-10, Amsterdam
Horário de funcionamento: primeiro domingo do mês das 12h às 18h

Perca a Novela

Na parte externa do centrinho de Amsterdam, formado pelos canais em meio círculo, fica uma antiga fábrica de gás. Construída em 1883, foi projetada pelo arquiteto Isaac Gosschalk, em estilo renascentista neerlandês, inventado por ele. A fábrica funcionou até 1960. No final dos anos 80 o complexo foi declarado Monumento Industrial.

Hoje o espaço (que fica dentro de um parque – Westerpark) se transformou no centro cultural Westergasfabriek, ali acontecem diversos eventos como festivais, desfiles de moda, apresentações de dança e muito mais.

Nós demos sorte de estar na cidade no primeiro domingo do mês, dia que tem um mercado de artesanato, design e comidas. O lugar é muito bonito, com produtinhos legais pra vender. No mesmo galpão fica um restaurante, o Pacific Parc, bem aconchegante, com seus janelões e dj animando o ambiente (no horário de almoço só tem lanches, comida mesmo só no jantar). Foi um passeio delícia fora do circuito turístico.

MARQT

Site
Veja os horários de funcionamento e endereços aqui

Tem uma coisa que adoramos fazer quando estamos num lugar diferente: explorar o supermercado! É uma rica descoberta de embalagens diferentes, sabores novos, comidas estranhas… Além de ser um ótimo lugar pra comprar presentes (melhores e mais baratos do que nas lojas turísticas), como doces ou comidas típicas. Lá em Amsterdam fomos no Marqt muitas vezes, tem vários pela cidade, inclusive um na mesma rua do Hotel Iron Horse. O Marqt é uma proposta alternativa aos mercados tradicionais, ele torna comidas frescas e orgânicas acessíveis para consumidores cada vez mais interessados em saúde e bem-estar. Uma proposta parecida com a do Whole Foods, mas com ênfase em produtos locais.

Perca a Novela

TRAM

Para se locomover pelo centro de Amsterdam existem 3 maneiras principais: a pé, de bicicleta ou de tram (isto é, de bonde). Nós andamos muito a pé, tudo é perto, acabamos não alugando bikes por causa do frio. Pegamos o tram várias vezes, foi ótimo quando íamos em algum lugar mais longe, se tínhamos hora pra chegar ou se estávamos quase congelando! Nos pontos tem a lista de quais passam por ali e quais os lugares que ele para. É muito fácil andar de tram, tudo é bem sinalizado, dentro dele tem uma tela que mostra o ponto em que está e suas próximas paradas. Aproveitávamos o wifi do hotel e de lojas/restaurantes para traçar as rotas pelo google maps e ver qual tram tínhamos que pegar. O valor do bilhete é 2,90 euros. Na maioria dos trams fica um cobrador ao fundo. Compre e valide o bilhete no leitor na hora, e depois para sair, valide novamente. Quando não houver o cobrador, a venda é feita diretamente pelo motorista. Mas não se preocupe, todo mundo fala inglês!

BROUWERIJ DE PRAEL

Site
Oudezijds Voorburgwal 30, Amsterdam
Horário de funcionamento: de terça e quarta das 12h às 24h, de quinta à sábado das 12h à 1h e de domingo das 12h às 23h (fechado de segunda)
Banda de jazz: de domingo das 14 às 17h

Perca a Novela

Essa cervejaria fica no Red Light District, a cerveja é feita ali mesmo (dá pra fazer um tour), tem também uma loja e o bar (nós só fomos no bar). O ambiente é muito agradável e espaçoso, com público variado, tinha uma galerinha jogando Jenga, um casal mais velho batendo papo, um grupo de turistas jantando…as comidas pareciam muito boas.

Nós compramos o combo degustação com 5 chops pequenos (vem também um copo de água e um potinho com petiscos), custou 10 euros. Pessoalmente, não gostamos muito das cervejas, não eram ruins, mas meio sem graça. Mas tem muitas críticas boas na internet. Vale a pena ir lá e tirar a própria conclusão, até porque é um ótimo passeio de domingo à tarde, para um almoço gostoso com música ao vivo nesse lugar com atmosfera vibrante.

Dica boa: todo domingo tem uma banda de jazz tocando, das 14h às 17h.

Até semana que vem! 😉

Leia Mais

amsterdam3

AMSTERDAM 03: VONDELPARK, VAN BEEK ART SUPPLIES, ALBERT CUYP MARKET E CERVEJARIA BROUWERIJ’T IJ

Como não se render a essa cidade? Com suas lojas de queijo, cerveja barata, canais fofos, casas antigas tortinhas cheias de charme. Adoramos os dias que passamos aqui, principalmente o fim de semana, que as pessoas tomaram coragem de enfrentar o frio e saíram da toca, enchendo as ruas de vida. Mas, por outro lado, as diárias dos hotéis sobem bastante nesses dias.

HOTEL D’AMSTERDAM

Site 

Tweede Helmersstraat 4, Amsterdam

Valor da diária: 67,00 euros (sem café da manhã, custa 7 euros a parte, mas não precisa fazer a opção no check in, pode tomar o café no dia que quiser e acerta no check out) – Lembrando que o valor da diária varia de acordo com a época do ano, ou mesmo o dia da semana.

Perca a Novela

Nosso valor máximo estipulado de 50 euros foi pro brejo no final de semana, mas deu pra encarar porque ficamos abaixo disso no resto da viagem. O primeiro hotel, o Iron Horse estava mais caro ainda nesses dias. Esses dois hotéis ficam na mesma região, perto da Leidseplein. Nos dois o staff foi muito receptivo e nos ajudou no que precisávamos (informações, guardar malas etc). A diferença entre eles é que esse tem elevador, frigobar e uma varandinha (que não foi muito utilizada no inverno, mas no verão deve ser um ponto a favor). O Hotel D’Amsterdam parece um pouco mais antigo que o primeiro, mas mesmo assim estava em ótimo estado, o quarto era espaçoso, a cama confortável e o banheiro charmoso com azulejos no estilo do metrô de Paris.

VONDELPARK

E a gente achando que passeio no parque só é legal nos dias quentes. Ainda bem que estávamos errados! Claro que um solzinho ajudou pra deixar tudo mais bonito, mas de qualquer forma, andar pelo Vondelpark coberto de neve, com lagos congelados, foi incrível! Um cenário inédito pra gente, ficamos encantados, sonhando em morar em algumas das belas casas ao seu redor, para poder ver de camarote as cores do parque mudar com as estações.

Gostamos de ver como as pessoas se adaptam e continuam vivendo normalmente mesmo no inverno, com neve e muito frio. Lá no parque tinha famílias aproveitando o sábado, jogando bola, passeando com o cachorro, crianças brincando, pessoas correndo e andando de bicicleta…

Quando esse parque foi aberto ao público em 1865, se chamava Parque Novo (Nieuwe Park), mas no ano seguinte instalaram uma estátua do célebre dramaturgo e poeta neerlandês Joost van den Vondel (ele é considerado o Shakespeare local), e então as pessoas começaram a chamá-lo de Parque do Vondel (Vondelpark); em 1880 o nome foi oficializado.

Perca a Novela

VAN BEEK ART SUPPLIES

Site 

Stadhouderskade 62 – 65

Horário de funcionamento: de segunda das 13h às 18h, de terça a sexta das 9h às 18h e de sábado das 10h às 17h

Passamos por essa loja no dia em que fomos na Heineken Experience (fica do ladinho), mas já tava fechada, (Vinicius ficou babando na vitrine) então voltamos no outro dia.

Um lugar ótimo pra quem gosta de desenhar e pintar! Tinha de tudo, tintas, canetas, cadernos, telas, pincéis etc. Mesmo em euro os preços eram bons.

DICA EXTRA: perceberam o horário de funcionamento da loja na segunda? Só abre a tarde, e tem lugares que nem chegam a abrir, chegamos lá nesse dia e achamos isso muito estranho, então não programe compras na segunda-feira, porque é dia da preguiça. Tomara que a moda pegue aqui no Brasil =D

ALBERT CUYP MARKET

Site

Albert Cuypstraat, Amsterdam

Horário de funciomanento: de segunda a sábado das 9h às 17h (mas pode fechar mais cedo quando as condições climáticas não estiverem muito favoráveis).

Perca a Novela

Nós adoramos esse passeio!! É um mercado de rua (feira mesmo) que funciona desde 1905. Lá tem flores, queijos, pães, roupas, comidinhas…

Comemos o Haring (aquele peixinho que aparece no logo da marca de roupas Hering), cru com cebola e picles, comida típica do país, achamos bem gostoso!

E claro que não podia faltar stroopwafel, aquela bolachinha recheada com caramelo que vende por aqui, mas nada como a feita na hora.

A rua com barraquinhas é longa, passamos algumas horas xeretando e petiscando. O mercado fica no bairro De Pijp, ele não fica na parte central, com os canais, mas muito perto. De qualquer forma, ele parece um lugar muito diferente do resto da cidade, outra atmosfera, um lugar jovem e animado, com lojas, bares, cafés e restaurantes charmosos. Infelizmente não tivemos muito tempo para explorá-lo, mas voltaremos lá numa próxima vez!

BROUWERIJ’T IJ

Site (http://www.brouwerijhetij.nl/)

Funenkade, 7

Horário de funcionamento: todos os dias das 14h às 20h

Perca a Novela

Quem gosta de cerveja não pode deixar de ir no bar dessa cervejaria que fica numa antiga casa de banho, ao lado de um moinho. Cervejas muito boas, preço honesto e aperitivos ótimos, comemos um camembert de ovelha que foi um dos melhores queijos que já comemos na vida.

As cervejas IJ não são filtradas nem pasteurizadas. Os sabores dos ingredientes são mantidos, isso dá um caráter forte e cheio de sabor à cerveja. Elas também podem ser encontradas a venda nos mercados da cidade, mas vale a pena ir até lá beber o chopp.

Eles fazem tours pelo local onde as cervejas são produzidas (ao lado do bar), tem mais informações no site deles (quando fomos o tour não estava acontecendo por causa de reformas).

O fundador da Brouwerij’t IJ se chama Kasper Peterson, ele frequentemente viajava para a Bélgica com sua banda Drukwerk, e foi assim que se encantou com as cervejas artesanais locais e percebeu que em Amsterdam quase não existia esse tipo de cerveja. Então em 1985, depois de aprender as técnicas com mestres cervejeiros belgas, resolveu abrir sua própria cervejaria. Nós aprovamos!

Tot ziens! (Até logo!)

Leia Mais

amsterdam2

AMSTERDAM 02: CASA DA ANNE FRANK, CERVEJAS, RED LIGHT E LEIDSEPLEIN

CASA DA ANNE FRANK

Prinsengracht 263-267, Amsterdam

Horário de funcionamento: aberto todos os dias, de novembro a março das 9h às 19h (de sábado até 21h) e de abril a outubro das 9h às 21h (de sábado até 22h). Em julho e agosto fica aberto todos os dias até as 22h.

Entrada: 9 euros

“É maravilhoso que ninguém precise esperar nem um instante para começar a melhorar o mundo.” Anne Frank.

Visitar o esconderijo onde a Anne Frank passou 2 anos durante a Segunda Guerra Mundial, assim como o museu que foi feito na casa ao lado, é uma das principais atrações de Amsterdam, por isso forma filas quilométricas. Nós compramos o ingresso online e chegamos cedo. Mas a melhor dica que podemos dar é outra: leia o livro “O Diário de Anne Frank” antes da viagem, mesmo que já tenha lido antes. Chegar lá com as histórias fresquinhas na cabeça potencializa a experiência. Ler o diário dessa menina judia tão especial nos faz conhecê-la, como se fosse uma amiga. Sofremos com suas aflições, vemos sua nítida evolução e amadurecimento, admiramos sua força e mesmo conhecendo o fim trágico, ao virar cada página, esperávamos por um milagre.
 Apesar de todo o preconceito e crueldade que imperavam, seu otimismo é inspirador:

“É uma maravilha eu não ter abandonado todos os meus ideais, que parecem tão absurdos e pouco práticos. Se me prendo a eles, porém, é porque ainda acredito, apesar de tudo, que as pessoas têm bom coração.”

Anne Frank não se deixou abalar, ela consegue enxergar as lições que aquela situação tão extrema estava lhe dando e como poderia crescer com aquilo. Sonhava com sua vida pós-guerra, queria ser escritora, e de alguma forma ela sobreviveu, deixou sua mensagem de coragem e mesmo fechada num lugar pequeno e escuro por 2 anos, fez sua parte para melhorar o mundo.

“Saia, vá para o campo, aproveite o sol e tudo o que a natureza tem para oferecer. Saia e tente recapturar a felicidade que há dentro de você; pense na beleza que há em você e em tudo ao seu redor, e seja feliz. A beleza continua a existir mesmo no infortúnio. Se procurá-la, descobrirá cada vez mais felicidade, e recuperará o equilíbrio. Uma pessoa feliz tornará as outras felizes; uma pessoa com coragem e fé nunca morrerá na desgraça.” Anne Frank.

amsterdam, anne frank house, anne frank, perca a novela, vinicius bustamante

PRAÇA DAM E ARREDORES: DICA DE RESTAURANTES E CERVEJAS!

O nome desta praça no coração da cidade vem da sua função original. DAM significa barragem, e ali ficava a barragem do Rio Amstel, ou seja, Amstel + Dam = Amsterdam.
 A barragem foi construída por volta de 1270 e foi a primeira ligação entre os dois lados do rio. Assim, a pequena cidade criada ao seu redor, foi crescendo até virar um dos maiores portos do país na Era de Ouro. Na praça fica o Palácio Real, a igreja Nieuwe Kerk e o Museu Madame Tussauds. Nos seus arredores tem muitas lojas, e inclusive um shopping.

CAFE VAN DAELE

Paleisstraat 101, Amsterdam

Horário de funcionamento: todos os dias das 11h às 00h30.

Perca a Novela - Amsterdam, Van Daele

Para fugir da chuva, nós entramos nesse café/pub Cafe Van Daele, de esquina, acolhedor, estrategicamente localizado perto da praça, com cerveja num preço bom.

CAFÉ SCHELTEMA RESTAURANT

Nieuwezijds Voorburgwal 242, Amsterdam

Horário de funcionamento: de segunda a sábado das 10h às 23h

Amsterdam - Perca a Novela, Scheltma Restaurant

Para almoçar, fomos num restaurante tradicional de 150 anos, no mesmo quarteirão do Cafe van Daele. Pedimos a sopa do dia, e de sobremesa generosos pedaços de torta de maçã e café, recomendadíssimo!! Estava uma delícia, fomos muito bem atendidos pelo animado dono daquele lugar que é uma viagem no tempo. O preço é o mesmo dos demais restaurantes da cidade. Como a sopa é bem mais barata que um prato (7 euros), o total pra duas pessoas deu 26,00 euros.

DE BIERKONING

Paleisstraat 125, Amsterdam

Horário de funcionamento: de segunda a sábado das 11h às 19h, de domingo das 13h às 18h e fechado nos feriados.
Para amantes de cerveja, os arredores da Praça Dam é imperdível:
 Encontramos por acaso, no caminho para a praça Dam, a melhor loja de cerveja de Amsterdam. O nome significa O Rei da Cerveja, por causa de sua localização atrás do Palácio Real. Apesar de fazer mais sentido pelo fato de que eles vendem mais de 1500 rótulos de cerveja de todo o mundo (incluindo algumas bem difíceis de achar mesmo na Europa como a belga Westvleteren), eles vendem também alguns kits e muitos copos das marcas de cervejas. O Thomas que trabalha lá (ele fala um pouco sobre a loja no vídeo) nos explicou sobre algumas cervejas e deu dicas de lugares para ir em Amsterdam, como um pub que fica ali perto:

BEER TEMPLE

Nieuwezijds Voorburgwal 250

Horário de funcionamento: De segunda a quinta e domingo das 14h à 01h, de sexta e sábado das 14h às 03h.
Este bar tem 30 torneiras de chopp e mais de 60 rótulos de cervejas americanas em garrafa. Eles tem uma cerveja da casa que foi desenvolvida (pela cervejaria De Snaterende Arend junto com a Jopen BV) especialmente para o Beer Temple, a Templebier.
 Para comer tem apenas petiscos, mas não tem problema, porque o Café Scheltema Restaurant é praticamente vizinho.

RED LIGHT DISTRICT

A imagem de Amsterdam pelo mundo (além das tulipas e canais) foi formada pelas leis brandas do local, como em relação ao consumo de maconha e a prostituição. A exploração disso pelas lojas de souvenir chega a ser engraçada. Numa mesma prateleira se encontra de tudo, tem dichavador, um fofo casalzinho de cerâmica e um vibrador, uma coisa do lado da outra. Mas a verdade é que Amsterdam é muito mais do que isso, e tudo é feito de maneira organizada.
 A prostituição se concentra no famoso bairro do Red Light. O bairro é bem seguro, com canais e as charmosas casinhas antigas. Seria um bairro como qualquer outro, se não fossem as mulheres nas vitrines e os letreiros das casas de show, sex shops, cinema erótico, museu do sexo, museu da prostituição, etc…
Mas sexo não é a única oferta do Red Light, tem lugares ótimos para tomar cerveja, como o:

IN DE WILDEMAN

Kolksteeg 3, Amsterdam

Horário de funcionamento: de segunda a quinta das 12h à 1h, de sexta e sábado das 12h às 2h

Perca a Novela - Amsterdam, In De Wildeman, Beer

Esse bar, cujo nome significa “o homem selvagem”, fica numa antiga destilaria. Tem realmente “uma atmosfera autêntica e caráter único” como diz o site do local. Eles tem 18 torneiras de chopp e uma seleção de 250 cervejas em garrafa (incluindo várias garrafas de cidra), um ótimo lugar pra ficar bebendo e batendo papo.

LEIDSEPLEIN

Essa praça, no passado, foi um estacionamento no fim da estrada para as carruagens e charretes que vinham da cidade de Leiden. Hoje ela continua sendo um ponto estratégico, vários trams e ônibus (incluindo um expresso que vai para o aeroporto) passam por ali. Nos hospedamos perto dela e foi uma ótima localização.
 Além disso, hoje ela abriga a maior parte dos teatros da cidade, restaurantes, bares, cinemas, um cassino e lojas. Ali perto também tem um guichê para comprar passeios de barcos pelos canais, que sai dali mesmo.

Leia Mais